Para achar o sentido da vida


Para achar o sentido da vida há que se questionar, refletir, transformar…

Reflexões sobre o sentido da vida e a palestra de Eduardo Marinho.


Para achar o sentido da vida

Qual o único ser no mundo que faz perguntas assim?

  • Quem sou eu?
  • O que devo fazer?
  • Para onde estou indo?
  • Por que estou aqui?
  • O que realmente quero?

O ser humano faz perguntas assim e ele é o único ser no mundo que busca sentido e se frustra quando não encontra.

A frustração de não encontrar sentido para sua vida gera um vazio e este vazio somente pode ser preenchido com sentido.

A frustração é como ter sede e um copo vazio na mão. Levar o copo à boca e a cada gole de nada aumentar ainda mais a sede.

O ser humano é sedento de sentido, é um eterno buscador…

A busca de sentido do ser humano está na sua busca de identidade e também no sentido último da existência em que se pergunta qual o seu papel na ordem universal.

Na busca da verdade o ser humano cruza com uma multiplicidade de conceitos supostamente verdadeiros e a busca da verdade única vai se mostrando a construção de verdades pessoais.

Viktor E. Frankl, criador da Logoterapia, previne que não podemos inventar significados arbitrariamente; podemos apenas descobrir o sentido inerente a cada situação.

Seria cômodo uma verdade única que servisse a todos e muitos se acomodam em verdades propagadas por religiosos, políticos, cientistas…

Acomodaram-se na verdade pronta que não precisa ser conquistada no calvário da vida.

Com o tempo as verdades prontas e coletivas entregues à domicílio mostram que se foi pago um alto preço por nada porque a busca de sentido é em essência a busca do significado da vida e a vida é algo individual.

E tudo isso é feito passo a passo na busca de um por vir que se revelará adiante.

A busca da terra prometida é uma busca interna do ser humano.

O ser humano quer uma meta para caminhar e quem caminha quer em algum lugar chegar.

O ser humano, desta forma, traça metas futuras, a longo prazo…

São necessárias também!

E ele precisa tomar cuidado para não criar metas rígidas, pois o caminho se faz ao andar…

E o ser humano também não pode esquecer que mesmo as mais longas jornadas são feitas se dando um passo de cada vez.

Cada passo é um agora.

Paulo Rogério da Motta


Vídeo: A determinação para achar o sentido da vida

Por Eduardo Marinho


Veja também…

Vídeo: Mensagem – Vida