As cores da vida


As cores da vida

Inspiração, relaxamento e meditação.

Vídeo para relaxamento e o pensamento de Osho.

As cores quando não vistas passam desapercebidas.


Quero deixar claro que não são apenas os pintores, dançarinos e cantores que têm a prerrogativa de desfrutar da vida.

Este é um direito nato de todo mundo – não tem nada a ver com talentos especiais.

Cozinhar pode ser uma alegria, limpar a casa pode ser uma alegria.

É tudo a mesma coisa.

O que você está fazendo não é o importante; o fazedor deve estar dissolvido no fazer, você não deve permanecer separado do fazer.

Se você está separado, então é claro que vai ser um grande tédio.

Todos os dias limpar a casa…

Todas as donas de casa ficam entediadas, totalmente entediadas.

Todos os homens estão entediados: o mesmo trabalho, os mesmos clientes idiotas, a mesma esposa em casa.

Para um meditador, tudo é belo.

Ele vive a vida em sua abundância.

Eu lhe digo que só a pessoa iluminada pode viver com luxo.

Se ela tem ou não coisas luxuosas à sua volta não importa.

Ela tem alguma mudança interna.

Sua visão, sua atitude, sua maneira de encarar as coisas são totalmente diferentes da média dos homens ou das mulheres.

(Osho; A Jornada do ser humano: É possível encontrar felicidade real na vida cotidiana?).


Vídeo

As cores da vida

Inspiração – Relaxamento – Meditação


Lembre-se: a iluminação não é algo que acontece por acaso e chega a um ponto final.

Não!

A iluminação começa, mas nunca termina.

É um processo contínuo.

Ele se torna cada vez mais enriquecido.

E quando as coisas continuam se tornando cada vez mais enriquecidas, como você vai voltar para trás?

Quem se lembra do caminho de volta, do passado?

Porque todos os dias você está enfrentando uma nova revelação, uma nova luz, uma nova alegria.

Todo dia é tão novo que não há necessidade de olhar para trás.

O homem iluminado é para sempre uma criança.

Ele só tem o futuro e não há limite para seu crescimento.

Talvez até o céu tenha algum limite, mas a iluminação não conhece limites.

(Osho; A Jornada do ser humano: É possível encontrar felicidade real na vida cotidiana?).